NOTE! This site uses cookies and similar technologies.

If you not change browser settings, you agree to it.

I understand

SDGs for All

SDGs for All is a joint media project of the global news organization International Press Syndicate (INPS) and the lay Buddhist network Soka Gakkai International (SGI). It aims to promote the Sustainable Development Goals (SDGs), which are at the heart of the 2030 Agenda for Sustainable Development, a comprehensive, far-reaching and people-centred set of universal and transformative goals and targets. It offers in-depth news and analyses of local, national, regional and global action for people, planet and prosperity. This project website is also a reference point for discussions, decisions and substantive actions related to 17 goals and 169 targets to move the world onto a sustainable and resilient path.

Por Ronald Joshua

NOVA YORK | BAMAKO (IDN) – Fatou Dembele é uma fazendeira na isolada Mali, onde metade da população envolvida em agricultura são mulheres. A agricultura é um setor fundamental para tirar as mulheres da pobreza. Mas a degradação cada vez maior de terras e recursos naturais causada por mudanças climáticas está deixando as mulheres mais vulneráveis.

Portanto, quando as primeiras plantas de Dembele começaram a morrer, ela pensou que seu terreno estava arruinado, e sua sobrevivência estava em risco. “Achamos que a terra estava doente. Não sabíamos que existiam parasitas vivos que atacavam as raízes das plantas e podiam matá-las, ” disse Dembele.

Por Naimul Haq

DHAKA (IDN) – John Bob Ranck, também conhecido como Bob, Oficial Executivo Chefe e Presidente da Orbis International, recentemente visitou Bangladesh em missão especial. Ele visitou alguns hospitais onde a Orbis é parceira e apoia esforços em Bangladesh para abordar a cegueira evitável.

Bob, um General Brigadeiro das Forças Aéreas Americanas aposentado, veio a Bangladesh algumas semanas após a memorável visita do programa de treinamento do hospital escola, mais conhecido como Hospital Flying Eye (FEH), em Bangladesh.

Por Julia Zimmerman*

VIENNA (IDN) – Ao pensar na guerra e em seus perigos inerentes, o primeiro pensamento é provavelmente morte no campo de batalha e a perda profunda de vidas humanas que a acompanha; porém, os soldados não são as únicas vítimas da guerra. Os civis também são fortemente afetados, e o impacto pode ser especialmente arrasador para as mulheres.

Di Kalinga Seneviratne

CHANTABURI, Nord-est della Thailandia (IDN) - Un appassionato medico, conscio della situazione sociale, di questa comunità rurale nel nord-est della Thailandia sta lavorando con una scuola per bambini emarginati, sostenuta da una fondazione fondata dalla principessa Maha Chakri Sirindhorn, la secondogenita del defunto re Bhumibol, morto nell'ottobre 2016.

La scuola mira a responsabilizzare gli studenti ad entrare nel settore della medicina attraverso un percorso di carriera non convenzionale, che fornisce un molteplice approccio per affrontare gli Obiettivi di Sviluppo Sostenibile (SDGs).

Foto: Uma vista da Conferência do Vaticano em 10-11 de novembro de 2017. Crédito: Katsuhiro Asagiri | IDN-INPS

Por Ramesh Jaura

CIDADE DO VATICANO (IDN) – Quando líderes mundiais aprovaram 'Transformando nosso mundo: a Agenda de 2030 para o Desenvolvimento Sustentável', como resultado do encontro das Nações Unidas para a doção do desenvolvimento pós-2015 há dois anos, eles o designaram como "um plano de ação para as pessoas, o planeta e a prosperidade" que também busca fortalecer a paz mundial com mais liberdade".

O documento, que inclui 17 Metas de Desenvolvimento Sustentável (SDGs) e 169 alvos, baseia-se em um consenso que surgiu em discussões protraídas no Grupo Aberto de Trabalho. Ele meticulosamente evita palavras como "mundo livre de armas nucleares".

Foto: Anders Oskal do Centro Internacional Norueguês de Manejo de Renas disse que o Programa de Monitoramento e Avaliação do Ártico do Conselho do Ártico trabalha com criadores de renas e como eles lidam com as mudanças climáticas. Crédito: Lowana Veal | IDN-INPS.

Por Lowana Veal

REYKJAVIK (IDN) – “Os povos das ilhas não têm nada a ver com a mudança climática, embora sejam os que mais sofrem," Nainoa Thompson da Sociedade Polinésia de Viagens disse em um seminário sobre o Círculo Ártico focando em perspectivas globais para o conhecimento tradicional, ciências e mudanças climáticas. Thompson vem do Havaí, mas seus co-oradores vêm da Tailândia, Chade, Fiji, Quênia e Lapônia, na Noruega.

Os problemas dos povos do Pacífico Sul foi um dos principais temas da Assembleia do Círculo Árticodeste ano, organizada em Reykjavik pelo quinto ano consecutivo. O evento deste ano (ocorrido de 13 a 15 de outubro) foi particularmente amplo em escopo, com uma escolha de 105 sessões inéditas (seminários), assim como palestras e discussões em painel.

Foto: Aulas de Capoeira com meninos previamente associados a grupos armados em Kivu do Norte. Crédito: Flavio Forner | IDN-INPS

Por Fabíola Ortiz

GOMA (IDN) - Desde fevereiro neste ano, Melvin*, de 16 anos, vive em um abrigo para ex-soldados infantis nos subúrbios de Goma, a cidade capital da província de Norte Kivu na parte leste da República Democrática do Congo (RDC). Ele pertence a uma pequena comunidade.

Sua história lembra a de muitos meninos congoleses que vivem nas comunidades afastadas no leste da RDC. Ele foi abduzido de sua vila natal para juntar-se forçadamente aos rebeldes de Nyatura - um grupo armado liderado pela comunidade étnica Mayi-Mayi fundado em 2010, principalmente por Hutus congoleses. Entre as violações aos direitos humanos, eles foram acusados de recrutar crianças soldados - um dos crimes mais hediondos que já cometeram.

Foto: Najma Hassan cozinhando em sua cozinha no acampamento de refugiados de Kakuma, Quênia, Créditos: Justus Wanzala | IDN-INPS

Por Justus Wanzala  

KAKUMA, Quênia (IDN) – Enquanto o sol se encolhe em uma bola vermelha e desaparece diretamente no horizonte, residentes do acampamento de refugiados de Turkana County, noroeste do Quênia, se ajustam às suas rotinas noturnas. Compradores tardios correm para as lojas de alimentos, crianças em idade escolar pegam seus livros e as mães preparam a última refeição do dia.

A escuridão rapidamente envolve o acampamento - que é administrado pela Agência de Refugiados da ONU (UNHCR) – e apenas alguns negócios e propriedades rurais estão na feliz posição de possuir geradores a diesel ou lanternas solares ou a querosene para fornecer iluminação.

Fotografia: Um cardume de Ídolos Mouros navegam no recife de coral, Ha’apai, Tonga. Créditos: UNEP GRID Arendal/Glenn Edney

Por J Nastranis

NAÇÕES UNIDAS (IDN) – O nosso oceano é crítico para o nosso futuro partilhado e para toda a humanidade em comum com toda a sua diversidade. O nosso oceano cobre três quartos do nosso planeta, liga as nossas populações e mercados e forma uma parte importante da nossa herança natural e cultural.

Fornece quase metade do oxigénio que respiramos, absorve mais de um quarto do dióxido de carbono que produzimos, tem um papel vital no ciclo da água e no sistema climático e é uma fonte importante para a biodiversidade do nosso planeta e dos serviços do ecossistema.

Foto: O significado da vida oceânica em toda a África quer dizer muito pouco para muitas pessoas aqui pois elas desfrutam de férias nas praias do lado dos oceanos, como a praia de Muizernberg na Cidade do Cabo, exibida na foto. Autoria: Jeffrey Moyo/IDN

Por Jeffrey Moyo

HARARE (IDN) – Logo que o crepúsculo cai, Petina Dube sai da sua casa equilibrando um saco cheio de lixo que estava no seu quintal por recolher no meio das denúncias de que os coletores de lixo municipais não têm combustível para levarem a cabo o trabalho deles em muitas áreas residenciais na capital zimbabuense, Harare.

Aos 43 anos, Dube, residente nos subúrbios densamente povoados de Warren Park em Harare, aparentemente não se preocupa para onde irá o lixo depois de o jogar fora. “Francamente, não estou preocupada em saber onde é que este lixo irá acabar; vou apenas despejá-lo para um riacho não muito longe daqui,” diz Dube.

Page 1 of 3

Newsletter

Striving for People Planet and Peace 2017

MAPTING

Fostering Global Citizenship

 


Please publish modules in offcanvas position.