NOTE! This site uses cookies and similar technologies.

If you not change browser settings, you agree to it.

I understand

SDGs for All

SDGs for All is a joint media project of the global news organization International Press Syndicate (INPS) and the lay Buddhist network Soka Gakkai International (SGI). It aims to promote the Sustainable Development Goals (SDGs), which are at the heart of the 2030 Agenda for Sustainable Development, a comprehensive, far-reaching and people-centred set of universal and transformative goals and targets. It offers in-depth news and analyses of local, national, regional and global action for people, planet and prosperity. This project website is also a reference point for discussions, decisions and substantive actions related to 17 goals and 169 targets to move the world onto a sustainable and resilient path.

Foto: Mulheres participando de uma manifestação contra a extorsão sexual em Dar es Salaam em 2018. Crédito: Edwin Mjwahuzi

Por Kizito Makoye

DAR ES SALAAM (IDN) – Um pôster exibindo a mensagem “Gradue-se com As, não com AIDS” na Universidade de Dar es Salaam conta uma história cruel de estudantes mulheres que oferecem sexo em troca de notas melhores.

“Meu professor queria sair comigo. Quando eu recusei suas investidas sexuais, ele retaliou me dando notas ruins”, disse Helena (nome fictício). 

A estudante de direito de 23 anos, que desde então sofre com um péssimo desempenho em seus estudos, se preocupa cada vez mais com seu futuro acadêmico.

Foto: O ciclone Idai afetou a vida e os meios de subsistência de quase três milhões de pessoas em Moçambique, Zimbábue e Malawi. Créditos: PNUD Zimbábue

Por Jeffrey Moyo

CHIMANIMANI, Zimbábue (IDN) – O ciclone continuará a afetar a região durante os próximos meses após ter prejudicado os principais meios de subsistência da pesca e da agricultura em uma região predominantemente rural, disse o Programa Mundial de Alimentos (PMA) sobre o caos provocado pelo ciclone Kenneth que atingiu Moçambique em 25 de abril, aproximadamente cinco semanas após o ciclone Idai açoitar o sul da África.

Cerca de 31.000 hectares (76.600 acres) de plantações foram perdidos no auge da época de colheita. “A área já é muito vulnerável à insegurança alimentar,” afirmou o porta-voz Herve Verhoosel.

Foto: Presidente de Angola João Lourenço.

Por Kester Kenn Klomegah*

MOSCOU (IDN) - Muitos países africanos estão à procura de negócios lucrativos, investimentos e comércio, em vez de auxílios de desenvolvimento. Angola, país centro-sul-africano, agora anunciou planos corporativos para diversificar seus negócios estatais, desde a compra até a fabricação completa de equipamentos militares russos para o mercado da África Austral e possivelmente outras regiões do continente – dificultando a realização do Objetivo 16 de Desenvolvimento Sustentável, que clama por paz e justiça.

Photo: Youth Forum in Tokyo. Credit: Yukie Asagiri | IDN-INPS

Por Katsuhiro Asagiri

TÓQUIO (IDN) – Quando a Assembleia Geral da ONU adotou a Declaração Universal dos Direitos Humanos (UDHR) em Paris em 10 de dezembro de 1948, criou um documento-marco na história dos direitos humanos que levava em conta as experiências terríveis da Segunda Guerra Mundial.

Com o final daquela guerra, e a criação das Nações Unidas, a comunidade internacional jurou nunca mais permitir que atrocidades como aquelas da Segunda Guerra Mundial acontecessem novamente. Jurou, pela primeira vez, que direitos humanos fundamentais fossem protegidos universalmente.

Photo: Youth Forum in Tokyo. Credit: Yukie Asagiri | IDN-INPS

Por Katsuhiro Asagiri

TÓQUIO (IDN) – Quando a Assembleia Geral da ONU adotou a Declaração Universal dos Direitos Humanos (UDHR) em Paris em 10 de dezembro de 1948, criou um documento-marco na história dos direitos humanos que levava em conta as experiências terríveis da Segunda Guerra Mundial.

Com o final daquela guerra, e a criação das Nações Unidas, a comunidade internacional jurou nunca mais permitir que atrocidades como aquelas da Segunda Guerra Mundial acontecessem novamente. Jurou, pela primeira vez, que direitos humanos fundamentais fossem protegidos universalmente.

Photo: Kalpana Saroj. Crdit: kamanitubes.com

Por Sudha Ramachandran

BANGALORE (IDN) – Em 2013, Kalpana Saroj, Chefe da Kamani Tubes, Ltd. (KTL), sediada em Mumbai, recebeu o Padma Shri, a quarta mais alta honraria da Índia para civis, por suas conquistas nas áreas de Comércio e Indústria.

Saroj teve sucesso na transformação do destino da KTL, uma indústria produtora de cobre de qualidade e canos e tubos de liga de cobre. Ela teve sucesso onde outros, incluindo homens poderosos e bem relacionados na indústria, falharam.

O que torna suas conquistas ainda mais impressionantes é o fato dela ser uma Dalit (antigamente conhecidos por “Intocáveis”, a casta mais inferior da hierarquia milenar de castas na Índia), e também mulher. “Sua ascensão ao topo é, sem dúvida, devido à sua força e brio pessoais,” disse Christina Thomas Dhanaraj, consultora da #dalitwomenfight, à IDN.

Photo credit: Rafael Murillo, Courtesy Congress SEE

Por Fabíola Ortiz

SAN JOSE, Costa Rica (IDN) – Há vinte anos, a Costa Rica embarcou em seu programa nacional de pagamento por serviços ambientais (PES), o primeiro no mundo a começar um esquema em toda o país para compensar proprietários de terras por manter as florestas de pé para as pessoas e o planeta.

Agora que o mundo luta para reduzir as emissões de gás das estufas e limitar o aumento da temperatura global até o final do século, esta nação centro-americana de cinco milhões de pessoas serve como exemplo das políticas públicas que abordam a taxação de combustíveis fósseis em favor da proteção da natureza. O país promete tornar-se neutro em carbono até 2021.

Foto: Michelle Bachelet, do Chile, recém-nomeada pelo secretário-geral António Guterres como próxima alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos. Foto da ONU/Jean-Marc Ferre.

Por J Nastranis

NOVA IORQUE (IDN) — Momentos após a Assembleia Geral da ONU ter concordado unanimemente em 10 de agosto em nomear a ex-presidente do Chile Michelle Bachelet como a sétima alta comissária da ONU para Direitos Humanos, o secretário-geral António Guterres tuitou: "Bachelet é pioneira, visionária, uma mulher de princípios e uma grande líder dos direitos humanos para estes tempos difíceis." Ele havia apresentado sua candidatura à Assembleia Geral em 8 de agosto.

A diretora executiva da Associação das Nações Unidas (UNA-UK), Natalie Samarasinghe, concordou: ela "é certamente uma forte escolha", e acrescentou: "Ela tem experiência no mais alto nível de governo no Chile, no mais alto nível de administração dentro do sistema da ONU como a primeira chefe da ONU Mulheres, e de trabalhar com a sociedade civil sob a sombra da opressão."

Imagem: Paisagem da Floresta Amazónica. Crédito: Governo do Equador

Por Fabiola Ortiz

OSLO (IDN) – Já passou uma década desde que o mecanismo de redução das emissões provocadas pela desflorestação e degradação das florestas – conhecido como REDD+ – foi incluído nas negociações referentes ao clima. No entanto, os investimentos não foram suficientes para diminuir o problema.

Segundo Frances Seymour, investigadora sénior do World Resources Institute (WRI), "Apesar de a ciência nos dizer que as florestas representam trinta por cento da solução para as alterações climáticas, em termos de potencial de mitigação das emissões de gases com efeito de estufa, só gastamos na floresta menos de dois por cento dos recursos financeiros afetos ao clima".

Por Ronald Joshua

NOVA YORK | BAMAKO (IDN) – Fatou Dembele é uma fazendeira na isolada Mali, onde metade da população envolvida em agricultura são mulheres. A agricultura é um setor fundamental para tirar as mulheres da pobreza. Mas a degradação cada vez maior de terras e recursos naturais causada por mudanças climáticas está deixando as mulheres mais vulneráveis.

Portanto, quando as primeiras plantas de Dembele começaram a morrer, ela pensou que seu terreno estava arruinado, e sua sobrevivência estava em risco. “Achamos que a terra estava doente. Não sabíamos que existiam parasitas vivos que atacavam as raízes das plantas e podiam matá-las, ” disse Dembele.

Page 1 of 3

Newsletter

Striving

Striving for People Planet and Peace 2019

Mapting

MAPTING

Fostering Global Citizenship

Partners

SDG Media Compact


Please publish modules in offcanvas position.