NOTE! This site uses cookies and similar technologies.

If you not change browser settings, you agree to it.

I understand

Reporting the underreported about the plan of action for People, Planet and Prosperity, and efforts to make the promise of the SDGs a reality.
A project of the Non-profit International Press Syndicate Group with IDN as the Flagship Agency in partnership with Soka Gakkai International in consultative status with ECOSOC.


SGI Soka Gakkai International

 

Foto: Protestantes num comício de Fevereiro de 2022 contra a invasão russa da Ucrânia marcham para além da estátua do Czar Alexandre II na Praça do Senado em Helsínquia. CC BY 2.0

Ponto de vista de Sergio Duarte

O escritor é Embaixador, antigo Alto Representante das Nações Unidas para o Desarmamento, e Presidente das Conferências Pugwash sobre Ciência e Assuntos Mundiais.

NOVA YORK (IDN) - A Carta das Nações Unidas consolidou importantes normas de direito internacional. O seu Preâmbulo afirma a decisão de "salvar as gerações seguintes do flagelo da guerra, que por duas vezes na nossa vida trouxe uma tristeza indescritível à humanidade". Na altura da sua adopção, o mundo ficou profundamente chocado com duas guerras sucessivas que envolveram directamente a Europa e outras regiões. Apesar dos elevados propósitos expressos na Carta, vários conflitos armados em muitas partes do globo marcaram os setenta e sete anos de existência das Nações Unidas. 

Image credit: UN

Por Jaya Ramachandran

ROMA (IDN) — O aumento nos níveis de fome e insegurança alimentar que vem ocorrendo na América Latina e Caribe desde 2015 foi acentuado pelos efeitos da pandemia de COVID-19. A região agora está ainda mais longe de cumprir a meta 2.1 do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para erradicar a fome e alcançar a segurança alimentar, de acordo com a mais recente Visão Geral Regional de Segurança Alimentar e Nutrição.

Crédito da foto: SGI-UK.

Por Kurt Reynolds

LONDRES (IDN) - Ao apagar das luzes da COP26, a cúpula climática da Escócia, os compromissos de longo prazo e promessas grandiosas dos líderes mundiais pareciam não ter fim, estendendo-se até 2070.

O Secretário Geral da ONU, António Guterres, divulgou um roteiro global para lograr uma transformação radical no acesso e transição energéticos até 2030, sem deixar de contribuir para o objetivo de zerar as emissões líquidas até 2050.

Foto: Pemenang Hadiah Nobel Asia, Muhammad Amjad Saquib, pendiri jaringan pengembangan komunitas terbesar Pakistan, Akhuwat. Kredit: Akhuwat.

Oleh Kalinga Seneviratne

SYDNEY (IDN) — Salah satu dari lima pemenang Ramon Magsaysay Awards tahun ini—dikenal sebagai Hadiah Nobel Asia—adalah Dr Muhammad Amjad Saquib pendiri jaringan pengembangan komunitas terbesar di Pakistan, Akhuwat, yang didasarkan pada prinsip berbagi dan persaudaraan Islam.

Diluncurkan pada tahun 2001, ratusan ribu keluarga miskin telah terbantu melalui pinjaman keuangan mikro bebas bunga Akhuwat. Hukum Islam melarang bunga pinjaman, tetapi ajaran Islam yang mendorong pengikutnya menyisihkan sebagian dari kekayaan untuk membantu mereka yang membutuhkan, menolong pembiayaan model ini.

Fotografia: O refugiado sul-sudanês, Yiech Pur Biel, corre os 800 metros pela Equipa Olímpica de Refugiados no Rio de Janeiro. (Agosto de 2016) © ACNUR/Benjamin Loyseau

Por J Nastranis

NEW YORK (IDN) - As Nações Unidas estão convencidas de que o desporto promove valores como a diversidade, tolerância e respeito e contribui para o empoderamento das mulheres e dos jovens, indivíduos e comunidades, bem como para a saúde, educação e para os objetivos de inclusão social. Com este mote, o gabinete do Departamento de Comunicação Global da ONU a nível do país iniciou a Zona ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) em Tóquio, intitulada "Juntar-se no desporto para que os ODS progridam".

Crédito da Imagem: Banco Mundial

Por Caroline Mwanga

WASHINGTON (IDN) — Enquanto planeiam a reconstrução das economias após a pandemia do COVID-19, os países fariam bem em lançar as bases para um futuro verde, resiliente e inclusivo. Esta foi a mensagem das Reuniões virtuais da Primavera do Banco Mundial-Fundo Monetário Internacional (FMI), de 5 a 11 de abril de 2021. O Presidente do Grupo do Banco Mundial, David Malpass, descreveu os principais desafios com que o mundo se depara, incluindo o COVID, as mudanças climáticas, o aumento da pobreza e desigualdade e a fragilidade e violência crescentes como parte da ênfase na Economic Recovery: Toward a Green, Resilient, and Inclusive Future (Recuperação Económica: Para um Futuro Verde, Resiliente e Inclusivo).  

Foto: Os desempregados na Malásia [The jobless in Malaysia]. Fonte: Malay Mail.

Por Jaya Ramachandran

GENEBRA (IDN) — Uma crise única no século—uma Grande Perturbação desencadeada pela pandemia COVID-19—atingiu a economia mundial em 2020. A pandemia chegou a todos os cantos do globo. Enquanto isso, mais de 120 milhões foram infectados e cerca de 2,7 milhões de pessoas morreram em todo o mundo.

Foto: Munir Akram, septuagésimo sexto presidente do Conselho Econômico e Social. Crédito: ONU ECOSOC

By Ramesh Jaura

O presidente do Conselho Econômico e Social da ONU (ECOSOC), Munir Akram, convocou uma 'Coalizão dos Dispostos’ para promover um acordo em nível global sobre um conjunto específico de ações iniciais para fornecer espaço fiscal e liquidez suplementar aos países em desenvolvimento que sofrem o impacto desastroso da COVID-19.

Em uma entrevista por e-mail com o IDN, Akram disse que ações rápidas devem incluir suspensão abrangente de dívidas, reestruturação de dívidas para países em situação de endividamento atual ou potencial, criação de novos Direitos Especiais de Saque (SDRs) no valor de 500 bilhões de dólares e redistribuição de cotas de SDR não utilizadas para países em desenvolvimento.

Page 1 of 5

Newsletter

Striving

Striving for People Planet and Peace 2021

Mapting

MAPTING

Partners

SDG Media Compact


Please publish modules in offcanvas position.